CONSULTAS & EXAMES

Nossas Clínicas

A Alpha Vision realiza diversos exames assegurando o melhor tratamento ao paciente.

Nossos Exames

Observar a curvatura da córnea e auxiliar o oftalmologista no diagnóstico das distorções (aberrações) visuais específicas do olho.

Realiza o mapeamento topográfico do relevo da córnea. Também colabora para a identificação precoce de doenças. Ajuda na adaptação de lentes de contato, no diagnóstico para cirurgias refrativas, catarata e transplantes de córnea.

Para se obter um resultado, o aparelho projeta anéis luminosos na córnea, capturando a imagem por uma câmera e repassando para um computador, que apresenta o resultado calculado por um mapa, especificando cada região com cores diferenciadas. O paciente deve suspender o uso das lentes de contato (caso já seja usuário) cinco dias antes do exame ser feito. Caso o médico autorize o uso, deve constar essa informação no pedido do exame.

Mede o comprimento axial do olho e utiliza dados de ceratrometria para calcular o valor da lente intraocular. Muito utilizado para implantes, como cirurgia da catarata.

Uma sonda é utilizada e aplicada à superfície da córnea, emitindo sons em alta frequência. Com as ondas refletidas durante um período de tempo, é possível calcular a distância entre as córneas.

É recomendável suspender o uso de lentes de contato 3 dias antes do exame, caso já seja um usuário.

Um exame computadorizado que detecta e quantifica anormalidades no campo visual, além de monitorar a evolução de tratamentos clínicos e/ou cirúrgicos. Utilizado para avaliação de defeitos causados no campo visual por conta de doenças neurológicas.

O exame é feito com o auxílio de um programa, que estimula com luz vários pontos da retina e o paciente responde a esses estímulos utilizando um controle manual. Dependendo do resultado que se deseja obter, os estímulos podem ser diferenciados. Muito utilizado em casos de neuropatia, glaucoma e alterações retinianas e plástica ocular.

Mede a espessura da córnea com um ultrassom, utilizado em casos de glaucoma, ceratocone, cirurgia refrativa, edema de córnea e outras doenças. Trata-se de um exame rápido, que exige que o paciente fixe os olhos em um ponto determinado pelo médico, assim a sonda ultrassônica mede especificamente a espessura corneal. É necessário a suspensão do uso de lentes de contato 5 dias antes do exame.

Avalia o potencial da visão em pacientes que farão cirurgia de catarata, informando o nível de melhora da visão pós cirurgia. O exame consiste em um teste utilizando um letreiro luminoso e nele aparecem letras ou números, e que o paciente deve dizer o que enxerga. Em alguns casos a pupila é dilatada para obter um resultado melhor na avaliação.

É aconselhável suspender o uso de lentes de contato no dia do exame, porém, é necessário levá-las para avaliação.

Apresenta resultados específicos e detalhados da visão. Deve ser realizado pelo menos uma vez por ano e é o mais utilizado, pois problemas na retina só se manifestam em estágios avançados, e com ele é possível obter um diagnóstico precoce das alterações causadas por diversas doenças.

O paciente recebe uma projeção de luz no fundo do olho após a dilatação da pupila e a imagem refletida é observada por uma lente utilizada pelo especialista.

Analisa a movimentação ocular e percepção de estímulos visuais, caracterizando detalhadamente o estrabismo, nistagmo e outras condições. A avaliação determina o alinhamento ou desvio ocular em todas as posições do olho, além de testes sensoriais do uso simultâneo dos olhos, percepção simultânea das imagens e visão em terceira.

Realizado com uma sonda em contato com a pálpebra fechada. O paciente deve movimentar os olhos conforme o especialista solicita, assim diferentes regiões dos olhos são examinadas. A intenção é diagnosticar descolamento de retina, hemorragia, luxação de cristalino, lesões, tumores, entre outras diversas doenças.

Detectam lesões ocasionadas pelo glaucoma, doenças do nervo óptico e de retina. Consiste em deixar o paciente em um ambiente com baixa iluminação, evitando a contrição da pupila, despertada pela luz. O aparelho utilizado permite observar as estruturas do olho através da pupila, após a dilatação das vistas.

Exame de rotina que inspeciona as estruturas do segmento posterior com aumento de iluminação adequada. O paciente senta em frente ao aparelho, que possui uma lâmpada de fenda, e o especialista utiliza uma lente especial para a avaliação, depois de dilatar as pupilas do examinado.

Utiliza lentes especiais apoiadas na córnea, o que permite ao especialista estudar o ângulo em que a íris se encontra com a córnea. Ideal para pacientes com suspeita de glaucoma. É necessário o uso de colírio anestésico.

Utilizado para medir a pressão intraocular, diagnosticando assim o glaucoma. Também utilizado para avaliar se o colírio utilizado para o tratamento da doença apresenta melhorias.

Conheça nossas clínicas. Clique aqui »